Gabriela Cadamuro (Cranela)




Gabriela Cadamuro- ou como queira chamar, tenho tantos apelidos que nem me importo. Nasci em 10 de julho de 1994, sou da época da copa do mundo, que no caso, fez minha mãe quase estourar os pontos. Meio louca - meio?! -, fora do sério, as vezes. Sou apaixonada pela minha futura profissão: jornalismo. Pretendo escrever um livro, até porque já estou escrevendo. Tenho duas tatuagens literárias. Sim! Uma tatuagem de "A culpa é das estrelas" que a explicação do porque é bem longa e complexa, o que é importante saber é que a frase "alguns infinitos são maiores que outros" - que está em inglês-, pra mim tem um grande significado, a outra literária é abre e fecha aspas, ou seja citações. Além de mais duas tatuagens aleatórias, com grande significado. Mas enfim, tenho um grande amor por The Walking Dead. "Mas poxa, você tem uma tatuagem de um românce clichê e é apaixonada por uma série de zumbi?", é mais ou menos por ai mesmo. Não só a série, mas os livros também, as HQ's, amo zumbi, na verdade. O mundo deveria acabar em um apocalipse zumbi e eu seria a primeira a morrer, ou não, vai que dou sorte. Amo livros, amo literatura, amo a escrita, amo as letras e o formato das palavras e como nossos lábios se mexem para pronunciá-las. Sou doida, já disse isso! Ou quase disse. Adoro luta, fazia muay thai mas tive que para por conta do trabalho e da faculdade, mas ainda volto. Trabalho na área jornalística já. Sou fascinada, louca, maluca, desorientada, irrevogavelmente, indescritivelmente apaixonada pela cor roxa/lilás. Tenho grandes amigos que conto no dedo. Sou feliz da minha forminha. Tenho um irmão onze anos mais novo que eu e meus pais são separados desde que nasci. Caso você esteja passando por isso, chega mais e desabafa porque sei como é. O blog era meu sonho, escrever meu livro era meu sonho, realizar meus desejos. Graças à uma grande e amada amiga consegui arrumar o blog, meu livro finalmente começa a caminhar. Com o apoio da minha família realizei meu sonho de cursar jornalismo e hoje consigo viver bem. Eu escrevo demais, eu falo demais e dizem que sou hiperativa. Não é comprovado por médicos, mas quem sabe? Não sei ficar parada. Sempre estou à disposição de vocês, é só entrar em contato. Acho que sou uma boa pessoa... Então, obrigada por ler até aqui e por gostar do Cranela, uma mistura de Cravo e Canela.