E quando tudo aponta para um caminho e você insiste em não ver?


A vida sempre acaba fazendo você seguir um determinado caminho, contra a sua vontade, contra sua força, mas pode ser que em um dia, em um ano ou pode demorar a vida inteira pra entender, que era esse caminho que tinha que seguir, que não tem aquela coisa de “e se eu tivesse feito isso?”.

As mudanças que acabam entrando na nossa vida, causa muita dor de cabeça mas é até você entender que ali tem uma mensagem escondida e você sabe do que eu estou falando, só insiste em não enxergar. As coisas vão se encaixando não por que é por acaso ou destino deu a louca e juntou as pessoas, não. São tudo pequenas e grandes escolhas que nos fazem ser quem somos, e onde chegamos. Tudo o que carregamos, resolvemos carregar e temos um por que, só que você insiste em não ver, não entender, apenas, deixa ai que logo passa.
Esse logo passa, vai te dar muita dor de cabeça ainda. Não o mesmo problema, mas sim, outros vários e você ainda vai continuar olhando e dizendo “deixa para lá, que isso tudo já passa”. Quando dizem que o tempo é curador, tem uma mensagem por trás disso, não é simplesmente “o tempo curar” e sim, a sua mente entender que aquele caminho que você queria seguir, não era exatamente o seu e isso também causa um desconforto mental. Tudo na nossa vida passa, mas volta, de um jeito ou de outro, aquela pagina que você resolveu pular, resolveu rasgar pra que isso não voltasse, vai voltar, são escolhas. A partir do momento que você entender que, aquele caminho vai dar de frente com um muro e não tem saídas, você para de se torturar.

O amor chove o tempo todo, ha milhares de pessoas molhadas por esse amor. O amor que soma, o amor que te passa uma energia diferente e você sabe o que é. Talvez esse caminho que eu escolhi seguir também não seja o certo, mas uma hora ou outra tudo isso vai mudar e vou sofrer até entender que esse ônibus da vida, ele passa de tempo em tempo e se você escolher perder, não entrar nele, acaba se perdendo, se agarrando em coisas que não suprem a necessidade e assim vai morrendo aos poucos. Morrendo por falta de amores, amores não correspondidos, amores que resolveram se perder, que não tiveram a real paciência e compaixão com o outro.


Quando você começar a sentir que tudo está tentando te guiar para um caminho, não tenha medo, vá de cabeça, mergulhe mesmo não sabendo nadar, por que, na hora do desespero você vai entender o porque disso tudo.


Share:

0 comentários