O prêmio nobel, e a inspiração



       Olá Cranela, essa semana tivemos um encontro muito importante, na quarta feira, dia 04 de novembro de 2015. Bom, esse encontro foi realizado no lançamento de um documentário ''He named me Malala'' e teve como protagonistas, Emma Watson (atriz conhecida por papéis como a Hermione de Harry Potter, Sam de As vantagens de ser invisível, dentre outros papéis), a atriz que é embaixadora da ONU só coleciona admiradores, não somente no mundo cinematográfico, mas em âmbito pessoal, quando suas atitudes são bastantes coerentes ás suas falas, como em seu discurso na ONU, em 2015, tendo como tema o Feminismo. Além de Emma, a outra protagonista é Malala, a vencedora mais nova do prêmio nobel da paz, que teve como inspiração, sim, Emma Watson. 

      A jovem declara que é feminista, e que todas as mulheres deveriam também se declarar feministas, pois esse é o primeiro passo para a igualdade. Revelou que teve dificuldade em se nomear assim, até perceber que não havia nada de errado nisso, quando o interesse é lutar pela paz, pelas mulheres, pelo fim da violência ao gênero. Emma Watson ficou entusiasmada ao saber que foi inspiração para a jovem entender mais acerca dessa igualdade. E se você quer entender o motivo pelo qual o discurso de Emma foi tão importante para o mundo, confira aqui:



         Todos os dias novas mulheres tem a coragem de sair da sua zona de conforto, em busca de visibilidade, de respeito, na luta pela igualdade de gênero, mostrando que não são o sexo frágil, pelo contrário, que são fortes o suficiente para suportar o insuportável, para sorrirem em meio a dor.

 Por muitas vezes esse movimento é visto com ódio, por homens, bem como por mulheres, pela falta de compreensão, de informação a respeito, então sugiro que busquem maiores informação se acaso tiverem algum tipo de preconceito, se acham o movimento insignificante, quando por tantas vezes o mesmo propiciou grandes mudanças no mundo. 




Share:

0 comentários